Mãe, manhêe, mã e mamãe

Maternando <3

Nasce um bebê, surge uma mãe …engraçado que com o tempo vai surgindo nessa mulher habilidades de polvo, médica (de gente e de boneca também), surge uma mecânica de carrinhos, uma professora, terapeuta, cozinheira, uma fábrica de cafuné, contadora de histórias, surge ali uma fada, uma super-heroína!
A gente ganha mais versões em nós mesmas… mães são mulheres tomadas por uma avalanche que ainda não sei como explicar, mas essa tal maternidade chega transformando tudo e nos da força, ânimo, vida!
Mães não tem tempo para ensaiar, entramos no espetáculo com um empurrão, aprendemos a pilotar no alto, sentamos no banco do motorista e mesmo sem saber dirigir temos que seguir o caminho, ir em frete… claro o carro vai meio desgovernado, mas vai!
Fazemos nosso melhor, o que parece impossível, e com frequência achamos que poderia ter sido ainda melhor, poderia ter feito mais …
Mãe não tem tempo para chorar, a gente guarda a dor para outra hora, engole o choro e corre para acudir o filho que grita pela milésima vez a palavrinha que nos leva do caos ao paraíso: mamãaaaaeeee!!! 

26168114_951866344980339_7026865453295525839_n
Mãe é multifuncional, trabalha, encontra os amigos, cuida da casa, brinca com o filho, cuida, acalenta, recolhe brinquedo, esfrega uniforme, ajuda na lição de casa, prepara o jantar, o lanche da escola, limpa o bumbum, dá banho, faz, refaz, e nas horas vagas, dorme. Deita na cama exausta, mas com um sorriso besta, daqueles cheios de gratidão!
O cansaço da maternidade é diferente, é exaustivo, mas ao mesmo tempo tão gratificante que faríamos tudo dobrado, quantas vezes necessário!
Os filhos nos tornam mulheres mais fortes, nos rejuvenescem, eles dão êxtase as nossas vidas, nos mostra a urgência do agora, nos da sabedoria…
a maternidade da a firmeza de enxergar o caminho, e guiar!
Trilhar os caminhos da maternidade é sem dúvida, a aventura mais imprevisível e indescritível na vida de uma mulher!
E aí, como está sendo sua aventura?

Diversos, Mãe, manhêe, mã e mamãe

Realizando sonhos

Hello amoras!

Peço licença para sair um pouco do tema “maternidade” e falar sobre realização de sonhos!

Apresento a vocês a minha loja online, inaugurada recentemente, engatinhando ainda, mas recheada de carinho, inspiração e muito amor!!

25152299_940704039429903_2290048387906774242_n

Eu sempre quis ter algo para chamar de meu, e sabemos que não é nada fácil, principalmente em tempos de crise, mas com fé e força de vontade tudo é possível não é mesmo?

A @descoladosstore quer te emocionar e fazer sorrir, dar voz aos corações que querem expressar sentimentos através de mimos e lembranças, queremos fazer parte dos abraços apertados e estar na alegria de um encontro com a família, amigos, amores ou na satisfação de enfeitar um cantinho da sua casa!

Vem viver esse sonho comigo e fazer parte desse time de pessoas sorridentes e encantados que estamos conquistando Brasil a fora!

Essa logo incrível que conseguiu transparecer exatamente a ideia descolada e divertida da loja é da @duartebarbaradesigner!
.
Agradecimento especial ao maridoooon que entrou nesse sonho comigo e fez com que fosse possível a realização, sozinha não teria conseguido! Obrigada aos meus amigos que apostaram em mim e incentivaram a realização disso tudo! Vcs são incríveis 💜
.
Gratidão imensurável a Deus! Toda honra e glória a Ele! 🙏🏻💜

Site:
www.descoladosstore.com.br

Instagram:
https://Instagram.com/descoladosstore

Facebook:
https://facebook.com/descoladosstore

Mãe, manhêe, mã e mamãe

A maternidade e suas (nada fáceis) fases. 

Oops ... falei

Por aqui estamos na fase de sinceridade a flor da pele…

Ele simplesmente fala, sem pensar, sem medo de ser inapropriado… só joga as palavras e PÁ… eu quero enfiar minha cara em um buraco de tanta vergonha!

“Fulana vc não vai se arrumar?” (Oi? A pessoa já está pronta!)

“Sabia que a mamãe está de ‘chico’?” (Socorrooooo)

“Não quero mais, esse bolo está ruim”

“Nossa mamãe vamos sair daqui o fulano está com cheiro de bafo”

“Eca que fedor, alguém peidou?”

“Roupa? Eu queria brinquedo!”

“Não quero essa água, esse copo tem cheiro de ovo”

Tudo muito rápido, espontâneo, em alto e bom tom …

E eu? Aaaah eu não sei onde enfiar a cara, peço desculpas ás pessoas envolvidas, afinal não é assim que ensinamos a ele, mas ele fala e faz cara de paisagem, como quem não falou nada demais… e de fato não falou “nada demais”, é a verdade, nua e crua. Eles apenas falam as verdades que não estamos acostumados a escutar!

E vocês em quais fases estão?

Conta aí …

Beijo grande,

Keila Mota

Mãe, manhêe, mã e mamãe

Puerpério

Oi puerpério, tudo bem?

Pena não ter tido aviso prévio sobre você!
Ninguém comentou sobre como eu me sentiria quando o bebê nascesse e lhe trouxesse junto com ele… agora me vejo aqui, útero vazio se retorcendo para voltar ao normal. Sangue. Peito cheio. Casa cheia. Solidão!

24301245_935950163238624_4158879200886396754_n

Passo o dia cheirando a leite, descabelada, de pijama, não consigo escolher sequer se devo comer, dormir ou tomar um banho.
Puerpério, é intensidade, é dor… e não to falando dos pontos ou dos bicos dos seios rachados não. Tô falando de dor emocional.
Não me entendam mal, é claro que a chegada de um bebê traz consigo um amor inexplicável e uma sensação que sou incapaz de descrever… mas mesmo o amor dói, essa nova vida pode ser difícil de encarar, entender, vivenciar … o nascimento de um bebê é a morte de uma mulher, SIM, você jamais será a mesma! Sua alma mudou de forma irreparável no momento em que se tornou mãe.
E eu não tô falando (só) das poucas horas de sono, das refeições frias ou dos banhos interrompidos, isso é o de menos, o corpo se adapta rapidamente, vai muito alem disso…
Puerpério é choro entalado na garganta, é descoberta, insegurança, vínculo… é olhar para o ser pequenino a sua frente e não conseguir entender como alguém tão pequeno pôde trazer tanto amor e bagunça a sua vida!
Puerpério é implorar por carinho, abraço apertado e olhar acolhedor!
Puerpério é avalanche… mas passa minha amiga, e você mal se lembrará desses dias difíceis!
Eu juro, passa rápido

Mãe, manhêe, mã e mamãe

Mãe cansa …

Tem horas que cansa sabe?

Cansa o corpo, a mente … Os olhos pesam, as costas doem, nossos lábios dizem palavras duras, as lágrimas caem e aí vem a culpa.

Acordar de madrugada para amamentar, dar mamadeira, trocar a fralda ou apenas acalentar … isso as vezes é tão exaustivo, solitário, difícil.

Dar conta da casa, dos filhos, do marido, do trabalho (fora ou dentro de casa),tentar arrumar um tempo para cuidar-se, brincar com as crianças e ainda confraternizar com os amigos… Tudo isso no final do dia CANSA!

Olheiras viram parte do nosso visual, adotamos o coque e conseguimos sobreviver dormindo incríveis miseras horas… E sabe o que é mais louco em tudo isso?

A gente CANSA, é um cansaço físico e mental TÃO grande que por alguns segundos temos a sensação de que não iremos suportar… Mas isso passa, e passa tão rápido… Basta um sorriso, um cheiro, um olhar … aí passa a dor o cansaço, TUDO… Maternidade é isso, essa experiência incrível, inexplicável que nos leva dar dor á alegria de um instante á outro, é essa louca entrega constante e incessante …

Diversos

Você não é obrigada a nada! Seja Feliz

BE HAPPY BABY

Vamos brincar de vida?

Como assim?

Ué cada um cuida da sua!
O tempo todo tem gente falando o que você precisa fazer e ter para obter sucesso e ser feliz…
– Precisa estudar, casar, ter filhos, ter um bom emprego, falar mais de 1 idioma, conhecer outros países…
E precisa? NÃO!

– Tem que ser magro, acordar cedo para fazer exercícios, ler muitos livros, curtir MPB…
– aah você mora no Brasil? Então tem que gostar de Praia, carnaval e saber sambar!
E tem mesmo? NÃO!
– Tá sem namorado? Não quer casar? Vão dizer que você é infeliz e mal amada!
Tudo mentira! Você é o que você quiser ser!!
– Não precisa alisar o cabelo, não precisa usar a roupa da moda, não precisa saber fazer delineado e nem contorno… você não precisa gostar de redes sociais, saber tudo sobre os famosos ou seguir os influencers do momento! NÃO MESMO!
Não quer viajar? Não quer ir pra balada e nem ao barzinho tomar uma cerveja? NÃO VÁ!
Ah você não bebe? Como assim? Então você é um careta chato? NÃO!!!
Prefere o conforto do seu sofá e uma boa série! Ótimo!
Não curte séries? Maravilha.
Seus amigos tem vidas bem sucedidas e carreiras de sucesso e você aí…
Mas afinal o que é ter sucesso?
O que é sucesso pra VOCÊ?
Precisa mesmo desse monte de blá-blá-blá ditado pela sociedade?
Você não é obrigada a seguir nenhum desses padrões e nem precisa deles para ser feliz!
O que você precisa mesmo com certeza, é paz de espírito e Felicidade… e isso não é consequências de uma vida baseada em seguir padrões estabelecidos em algum momento por algum zé mané por aí….
Be happy baby!
Mãe, manhêe, mã e mamãe

Ser mãe é …

Ser mãe é descobrir o que é ser o TUDO de alguém e o que é ter alguém que seja TUDO na sua vida (mesmo!).

É ser o colo mais quente, o beijo mais doce, o abraço mais aconchegante, a voz que acalma, morada, Porto Seguro!

É aprender que é possível viver sem dormir, ser feliz sem maquiagem impecável, roupa da moda, finais de semana de festa, horas de descanso!

É conhecer o milagre da vida, a força dentro de você…

É perder a paciência, a elegância, gritar, chorar , sofrer, se culpar …se revigorar com um sorriso ou com um olhar da sua cria, se colocar de pé mesmo em meio ao vendaval e fazer tudo outra vez, com ele, por ele, pra ele …

Ser mãe vai além de carregar nove meses, não tem nada a ver com laços sanguíneos, amamentação ou parto humanizado… Ser mãe é entrega, é aprendizado!

É matar um leão por hora, não abandonar o barco, segurar o mundo quando está desabando, apagar incêndios, segurar o choro e lutar, não desistir… é fé irrefutável!

Mãe é certeza, é força, é amor! Amor incondicional, infinito, inexplicável… É divino, é dádiva, é dom!